Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

O poder do povo

Manaus, 02 de janeiro de 2018

 

Costuma-se dizer “ano novo, vida nova”. Eu digo ano novo, nova esperança. Esperança de que neste ano tenhamos crescimento do emprego, maior distribuição de renda, novos empreendimentos. A nossa esperança tem fundamento na reação de alguns setores da economia que, vencendo os desafios, apresentaram índices de crescimento, geraram emprego e renda. Por isso espero que os empresários, em 2018, ousem na criação e desenvolvimento de novos negócios, que a economia não seja tão afetada pela política, pois este é um ano de eleições. Que não nos deixemos ser induzidos ao erro por fórmulas e exemplos estrangeiros que nada têm em comum conosco. Que este ano transcorra com as nossas forças renovadas para enfrentarmos as provações que certamente virão, mas que estejamos preparados para lutar pelo que é nosso de direito, pelas reformas que ajudem o nosso País a progredir e oferecer aos seus filhos uma vida melhor. Vida que nos é sempre lançada à queima-roupa e que apesar de tudo devemos enfrentar, e cujos problemas temos de resolver nós mesmos, não só naquelas circunstâncias especialmente difíceis, que qualificamos de conflitos e dificuldades, mas sempre e em qualquer ocasião. Como disse Charles Spencer Chaplin, o Carlitos, cineasta e comediante inglês, no discurso do seu personagem no filme O Grande Ditador: “No décimo sétimo capítulo de São Lucas está escrito que o Reino de Deus está dentro do homem – não de um só homem ou de um grupo de homens, mas de todos os homens! Está em vós! Vós, o povo, tendes o poder – o poder de criar máquinas… o poder de criar felicidade! Vós, o povo, tendes o poder de tornar esta vida livre e bela… de fazê-la uma aventura maravilhosa! Portanto  ̶  em nome da democracia  ̶ , usemos esse poder, unamo-nos todos nós! Lutemos por um mundo novo… um mundo bom, que a todos assegure o ensejo de trabalho, que dê futuro à mocidade e segurança à velhice”. Não poderia ser mais atual este discurso de Chaplin, pois neste ano teremos todas as ferramentas para eleger pessoas que estejam comprometidas com a melhoria de vida do povo, pessoas que tenham uma história de luta em favor do País e de seu povo. A política, queiramos ou não, está de maneira intrínseca ligada à economia, portanto deve o povo, com o seu poder, avaliar devidamente a sua escolha nas urnas, sem deixar se ludibriar por promessas vans e descabidas. Foi difícil em alguns aspectos o ano de 2017, entretanto, serviram de aprendizado para se evitar situações análogas no futuro, também tivemos momentos bons. No cômputo geral foram vencidas as horas difíceis e aproveitadas as prazerosas. Pedimos ao nosso bom Deus, que neste ano de 2018, possamos vencer e superar todas as dificuldades, com muito trabalho, com geração de empregos, com novos investimentos em todos os setores da economia, com uma boa distribuição de renda, com segurança, educação e muita saúde. Que os nossos governantes e parlamentares, honrem seus mandatos e atuem em favor de toda a comunidade. Feliz 2018.

Antonio Silva – Presidente da FIEAM

Share this post :

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Últimas Notícias
Categorias

Receba novidades!

Inscreva-se em nosso newsletter e fique por dentro das novidades.

error: Conteúdo Protegido!