Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Indústria do Amazonas segue em transformação

Manaus, 25 de maio de 2021

 

Em 1957, por decreto do Presidente Juscelino Kubitschek, foi instituído 25 de maio como o dia da indústria, em homenagem ao empresário Roberto Simonsen, falecido em 25 de maio de 1948 e agraciado com o título de Patrono da Indústria Nacional. Homem culto, membro da Academia Brasileira de Letras, formado em engenharia, que se consagrou como industrial, administrador, professor, historiador e político. Responsável pela consolidação do parque industrial brasileiro na década de 1930, Simonsen, nos anos 1938 a 1945 quando o mundo sofria os percalços da Segunda Guerra Mundial, foi peça fundamental para que o Brasil desse início a industrialização de produtos até então importados. No Amazonas, todos os anos, a Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM) comemora este dia e hoje não seria diferente. Pilar da economia do nosso Estado, a indústria local se destaca pela contínua transformação da cadeia produtiva, principalmente nos setores eletroeletrônicos, informática e duas rodas, bem como na construção de novas matrizes de produção.

Nos idos de 1887 a indústria, com um sistema ainda rudimentar, dava seus primeiros passos no Amazonas, o chamado “ciclo da borracha”, porém a primeira iniciativa formal foi a fundação da Fábrica de Gelo Cristal em 1905, do grupo Miranda Corrêa & Cia., que em 1912 inaugurou a Fábrica de Cerveja Amazonense que produzia a cerveja em garrafa XPTO e o chope.

Como beneficiamento de produtos extrativistas e a produção de bens de consumo, o segmento industrial fundou em 3 de agosto de 1960 a Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM), sediada provisoriamente na Associação Comercial do Amazonas (ACA). A FIEAM é composta por 27 sindicatos patronais que representamos setores industriais do Amazonas e atua na defesa dos interesses da indústria, liderando o Sistema FIEAM, constituído pelo Serviço Social da Indústria (SESI), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e Instituto Euvaldo Lodi (IEL), que atuam como elo entre os centros de conhecimento educacional e o mercado de trabalho gerado pela indústria. A entidade é o mais importante fórum de debate dos assuntos de interesse da indústria amazonense e do desenvolvimento social e econômico do Estado. Festejamos o dia da indústria, destacando seus resultados em exportações: em 2020 totalizaram US$ 754 milhões, tornando o Amazonas o 15° colocado em exportações industriais no Brasil, sendo Alimentos o subsetor mais importante, responsável por 21,86% do total. O Amazonas alcançou percentual de 0,8% das exportações brasileiras de produtos industrializados. A indústria contribui com 95,8% das exportações efetuadas pelo estado, e os produtos manufaturados representam 75,4% do total das exportações. A nossa indústria, apesar de todas as dificuldades, festeja o dia com esperança num futuro de oportunidades em inovação e investimentos.

 

Antonio Silva
Presidente da FIEAM

 

Share this post :

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Últimas Notícias
Categorias

Receba novidades!

Inscreva-se em nosso newsletter e fique por dentro das novidades.

error: Conteúdo Protegido!